:: Editores

 

Fernando Gonçalves

João Ferreira Bento

Claudio Monteiro

Elisa Vilares

 

 

:: Contactos

Se quiser participar no blog com artigos, escreva para:

adurbem@mail.telepac.pt

 

 

:: Biblioteca

Deslocalização de Ministérios e Política de Urbanismo

 

 

:: Agenda

 

27 de Abril

Publicação da RCM n.º 41/2006

 

17 de Maio

Início do período de discussão pública

 

31 de Outubro

Fim do período de discussão pública

 

Novembro

Apuramento e ponderação dos resultados

 

Dezembro

Remodelação da proposta do PNPOT. Aprovação pelo Governo e envio à Assembleia da República

 

sexta-feira, maio 26, 2006

Política Nacional de Arquitectura e da Paisagem (PNAP)

Sabia que o PNPOT também fala sobre arquitectura?

É verdade, no Relatório existe um sub-capítulo dedicado à arquitectura onde se faz uma abordagem numa perspectiva transversal, ao estado das paisagens e do património cultural destacando o papel da Arquitectura como actividade de interesse público e recurso fundamental para qualificar o território e desenvolver o país.

O documento foca também as orientações da Resolução do Conselho da União Europeia, de 12 de Fevereiro de 2001, relativa à qualidade arquitectónica em meio urbano e rural (2001/C73/04).

No seguimento destas preocupações, o Programa de Acção, estabelece a necessidade de se definir uma Política Nacional de Arquitectura e da Paisagem (PNAP) em articulação com outras políticas, de modo a promover e incentivar a qualidade da arquitectura e da paisagem, tanto no meio urbano como rural.

Mas afinal, o que é uma Política Nacional de Arquitectura e da Paisagem? Por incrível que pareça, até à presente data, a expressão “Política de Arquitectura” não faz parte do vocabulário corrente em Portugal, o que não acontece na maior parte dos países da União Europeia, que têm políticas públicas de arquitectura aprovadas pelos respectivos parlamentos há já vários anos.

Analisando a experiência holandesa, onde houve um investimento significativo na definição de uma política nacional de arquitectura, na promoção da inovação na criação arquitectónica e da arquitectura contemporânea, está à vista de todos os resultados extraordinários na promoção dos arquitectos holandeses e na notoriedade internacional da sua arquitectura.


publicado por Ad Urbem ás 12:17 da tarde

 

 

 

 

4 Comments:

Blogger Barba Rija disse...

Fica a minha principal dúvida sobre a PNAP:

-De que trata? Da qualidade exigível? (nesse caso o que vem adicionar às regulamentações já vigentes?) Da energia? (nesse caso o que vem adicionar ao RCCTE?) Da estética? (e neste ponto, como é possível aplicar seja o que for, já que o "gosto" é a coisa mais subjectiva e impossível de tornar em lei sem descaír em artigos absurdos que só vêm complicar o projecto?)

Como um papel de "intenções"? E como isso vai afectar seja de que modo for a acção dos ateliers, construtores civis e donos-de-obra nas suas obras?

Parece-me um tema interessantíssimo, mas infelizmente parece-me mais "sonante" do que prático. Podiam-me esclarecer como é que um plano destes poderia melhorar a qualidade de vida urbana e rural?

De facto?

Obrigado, e abraços.
Luís Dias

11:16 da manhã  

Anonymous Anónimo disse...

Enjoyed a lot! »

8:51 da tarde  

Anonymous Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! » »

7:22 da manhã  

Anonymous Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP »

5:09 da manhã  

Enviar um comentário

Links para o artigo

Criar uma hiperligação

<< Home

 

:: Links

 

Ad Urbem

DGOTDU

PNPOT Relatorio

PNPOT Programa

TerritorioPortugal




:: Artigos

 

Discussão pública do PNPOT: QUESTÕES RURAIS GANHAM PESO NA POLÍTICA DE ORDENAMENTO

Proposta de Lei respeitante ao PNPOT aprovada em reunião de Conselho de Ministros

Estratégia Nacional do Desenvolvimento Sustentável aprovada em Concelho de Ministros

Plano Nacional de Promoção da Acessibilidade

PDM que estão a ser revistos correm o risco de ser inválidos

Apuramento da Discussão Pública do PNPOT

Parecer da Ad Urbem sobre a proposta técnica do PNPOT

Repensar o ordenamento do território num ambiente Mixed Use

Fernando Ruas critica demora na aprovação dos PDM

Discussão Pública do PNPOT prorrogada até 31 de Outubro

Uma discussão que faz falta

(Des)Concentração e Ordenamento do Território

Conclusões e Recomendações

O PNPOT em discussão na Sociedade de Geografia de Lisboa

O PNDES, O PNPOT E A ENDS (2)

O PNDES, O PNPOT E A ENDS

Grandes pormenores do pequeno PNPOT

Política Nacional de Arquitectura e da Paisagem (PNAP)

Locais das sessões públicas do PNPOT

www.territorioportugal.pt

Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território (PNPOT)

Associação para o Desenvolvimento do Direito do Urbanismo e da Construção




:: Relatos

 

O PNPOT na Sociedade de Geografia de Lisboa

O PNPOT e a Região do Alentejo

O PNPOT visto pela Ad Urbem

O PNPOT e a Região Centro

O PNPOT e a Região Norte

PNPOT e a Região do Algarve

O PNPOT e a Região de Lisboa e Vale do Tejo




:: Arquivo

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Julho 2007






eXTReMe Tracker

Powered by Blogger